CURSOS

HISTÓRIA DO CINEMA 

 RAFFAELE PETRINI 

 

O curso irá percorrer a história destes 120 anos de cinema, através da apresentação dos principais e mais inovadores movimentos do cinema mundial. Do cinema mudo ao digital, passando pelo modernismo, pelo cinema maranhense e por cinematografias pouco conhecidas como a africana e a indiana, o curso pretende ampliar o conhecimento sobre cinema, além de apresentar novas referências para os alunos.

 

DATA: 25.03 das 9h00 às 17h00 (com 2h de intervalo)

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60
Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Raffaele Petrini nasceu em Cagliari (Itália), onde cursou “História e Crítica do Cinema” na Universidade de Cagliari. Mudou-se para o Maranhão em 2005 e em 2010 fundou a distribuidora Petrini Filmes, que lançou títulos como Saturno Em Oposição, A Serbian Film e L’Apollonide. É professor de História do Cinema no FIC-CINEMA do IEMA. Participa do Marché du Film do Festival de Cannes desde 2011, produziu o premiado curta-metragem Macapá, de Marcos Ponts e, nos anos de 2014 e 2015, atuou como curador no Festival Guarnicê de Cinema, pelo qual recebeu Menção Honrosa do júri oficial. Atualmente, está à frente da coordenação e programação do Cine Praia Grande de São Luís e mantém o Cineclube Amarcord, espaço destinado à exibição gratuita de filmes.

 

 

ROTEIRO PARA SÉRIE DE FICÇÃO 

 ANGELICA COUTINHO 

 

O curso apresentará a estrutura narrativa das séries de ficção, abordando questões como a definição da premissa, construção da escaleta e do storyline, passando por gêneros como a comédia e o drama. A variação do formato seriado, de acordo com o meio de veiculação, e os subgêneros também serão temas abordados durante o curso.

 

DATA: 24 e 25.03 das 18h45 às 21h45

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

COMO APRESENTAR PROJETOS DE SÉRIE
DE FICÇÃO 

 ANGELICA COUTINHO 

 

Além de apresentar os elementos que compõem a chamada “bíblia” de uma série de ficção, o curso irá tratar das diferenças entre a série de personagem e a série de trama. Os alunos também irão aprender a elaborar os elementos que compõem o perfil da personagem, o arco da temporada, o arco dos episódios, a sinopse e o desenvolvimento de uma série sob encomenda.

 

DATA: 26.03 das 9h00 as 17h00 (com 2 horas de intervalo)

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Angélica Coutinho é jornalista com mestrado e doutorado em Letras com pesquisa sobre adaptação literária e narrativa para TV e cinema. Trabalhou por 26 anos em televisão como repórter, editora e roteirista de programas. É professora universitária desde 1990 e atualmente coordena e ministra aulas em curso de pós-graduação para roteiro de cinema e TV. Trabalha na Agência Nacional de Cinema como analista na área de seleção de roteiros do Fundo Setorial do Audiovisual.

 

 

 

CURADORIA: DA IDÉIA A PRÁTICA

 BRENO LIRA GOMES 

 

Esse curso irá apresentar as funções e a importância do curador num festival de cinema, cineclube ou retrospectiva cinematográfica, além de dar exemplos e dicas para tirar esses projetos do papel. Como se desenvolve o trabalho desse profissional durante o processo de criação e realização de uma mostra. O papel do coordenador de produção e do produtor executivo durante a realização de projetos com esse perfil e exemplos de formatos de projetos e editais através dos quais é possível realizá-los.

 

DATA: 22 e 23.03 das 18h45 às 21h45

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Breno Lira Gomes é jornalista e produtor cultural. Foi curador e coordenador geral de mostras como El Deseo – O apaixonante cinema de Pedro Almodóvar, Cacá Diegues – Cineasta do Brasil e A Luz - de Walter Carvalho. Breno também atuou como produtor em outras mostras, tais como Jornada nas Estrelas – Brasil: A fronteira final, Cine Literário e David Lynch – O Lado Sombrio da Alma, Irmãos Coen – Duas Mentes Brilhantes e Jean Luc Cinema Godard.

 

 

 

 

HISTÓRIA DA ANIMAÇÃO 

 ALEXANDRE JURUENA

 

O curso tem como objetivo ampliar o repertório audiovisual do aluno, introduzindo princípios e conceitos fundamentais da animação em diferentes épocas e lugares do mundo, ampliando o conhecimento sobre a sociedade e a cultura de massa, através de paralelos com a história da animação.O aluno também terá a oportunidade de conhecer as diversas técnicas e desenvolvimentos tecnológicos ao longo dos anos com aulas teóricas, exibição de filmes e slides.

 

DATA: 24, 25 e 26.03 das 8h30 às 12h30

LOCAL: Cine Praia Grande

NÚMERO DE VAGAS: 100

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

WORKSHOP: ANIMAÇÃO EM SALA DE AULA 

 ALEXANDRE JURUENA

 

Voltado para professores e estudantes de educação, o workshop apresentará diversas abordagens para o desenvolvimento de experiências audiovisuais com animação. Diferentes técnicas de animação serão apresentadas e analisadas a partir da perspectiva da realização de trabalhos coletivos com estudantes, e da necessidade de utilização de materiais e equipamentos. Com a apresentação de animações produzidas por seus alunos e por estudantes internacionais, Alexandre Juruena irá contemplar temas como meio ambiente, adaptações literárias, fatos históricos, valorização da cultura local, comportamento jovem, diversidade, respeito e tolerância, entre outros tópicos.

 

DATA: 22. 03 das 9h00 as 12h00 e das 14h as 17h

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Alexandre Juruena é animador, professor e graduado em comunicação pela UFF- Universidade Federal Fluminense. É diretor do festival internacional AnimArte!, festival de animação que é voltado para o público estudantil e busca incentivar a cultura e o crescimento artístico da animação no Brasil. Com o festival, Alexandre une duas paixões: educação e animação, mostrando que é possível trabalhar conteúdos educativos através dessa linguagem audiovisual.

 

 

 

ROTEIRO DE LONGA-METRAGEM 

 BRUNO LAET

 

Voltado principalmente para autores iniciantes, o intuito do curso é apresentar o estágio atual de desenvolvimento criativo da prática de roteiro cinematográfico no Brasil, identificando as correntes majoritárias, seus paradigmas e formas de atuação, a fim de decantar o cenário nacional e fazer emergir seus caminhos pouco explorados.

 

DATA: 23 e 24. 03 das 14h às 17h

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Bruno Laet formou-se em cinema na Universidade Gama Filho, RJ, curso coordenado por Ruy Guerra, de quem se tornou colaborador como roteirista. Dirigiu o videoclipe “Água de Beber” (2008), os curtas “7.30” (2009), “O Brasil de Pero Vaz caminha” (2011), que ganhou o prêmio de Melhor Diretor no Cine MuBE – SP, “Arca” (2013) e “Atotô” (2015). É co-roteirista, junto com Ruy Guerra, do longa-metragem “Quase memória”, ganhador do prêmio especial do júri no Festival do Rio 2015, do Prêmio de Melhor Direção e Menção Honrosa a Melhor Fotografia no Festival Internacional de Cine de Punta del Este.

 

 

 

PRODUÇÃO EXECUTIVA PARA
LONGA-METRAGEM

 GISELA CÂMARA

 

O curso irá fazer uma introdução a produção cinematográfica, mostrando como se estrutura um longa-metragem, apontando as diversas funções/ organograma de equipe e as formas de captação de recursos atualmente no Brasil. Do roteiro a 1a cópia, o curso também vai apresentar cada uma das etapas fundamentais para a realização de um filme que já captou os recursos necessários à sua realização.

 

DATA: 23 e 24. 03 das 9h às 12h

LOCAL: Sala Multimídia Odylo

NÚMERO DE VAGAS: 60

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Gisela Câmara é graduada em Cinema e Vídeo com especialização em Documentário na London College of Communication, The London Institute. Atua como produtora audiovisual desde 1996 e já produziu dezenas de longas-metragens tais como Praça Saens Peña (2009), 180º (2011), Noites De Reis (2012) e Romance Policial (2012). É produtora associada do longa Não Se Pode Viver Sem Amor (2010), de Jorge Durán. Atuou como produtora executiva do departamento de televisão da LC Barreto/ Filmes do Equador, onde produziu séries para HBO, Multishow, Canal Brasil, e vídeos institucionais. É produtora executiva de O Outro Lado Do Vento, de Walter Lima Jr, e Quase Memória, de Ruy Guerra.

 

 

 

MASTER CLASS

 MURILO SANTOS

 

A partir dos seus mais de 40 anos de atuação no cinema, o cineasta e professor apresentará um panorama do cinema maranhense das décadas de 1970 e 1980, período em que ocorreu o chamado movimento superoitista, um marco no cinema local. Com filmes realizados principalmente em 16mm, Murilo aproveita para abordar as distinções técnicas entre essas duas bitolas, bem como para falar sobre as tendências na abordagem de temas nessa época, sempre no contexto do cinema realizado no Maranhão.

 

DATA: 22.03 das 19h as 21h

LOCAL: Teatro João do Vale

NÚMERO DE VAGAS: 200

Inscrições no local, uma hora antes do início da atividade

 

Murilo Santos é fotógrafo, documentarista, cineasta e professor do Departamento de Artes da UFMA. Na década de 1970 inicia suas experiências com cinema e fotografia, no Laboratório de Expressões Artísticas (LABORARTE). Trabalhou como fotógrafo no jornal O Imparcial e como cinegrafista da TVE - Televisão Educativa do Maranhão e também realizou, produziu e roteirizou diversos outros filmes. Foi membro da Virilha Filmes e participou ativamente do movimento superoitista de São Luís. Seus filmes foram premiados em diversos festival, com destaque para Bandeiras Verdes